>>>Rock in Rio incendeia Lisboa

Rock in Rio incendeia Lisboa

A capital portuguesa prepara-se para cantar os refrãos de Bruce Springsteen, Queen+Adam Lambert, Maroon 5 e Avicii no “maior festival do mundo”.
O
xalá Johnny, Joey e Dee Dee estivessem vivos para ver isto”. Quem o diz é Marky Ramone, baterista da famosa banda The Ramones, e “isto” é o Rock in Rio, o festival que fez com que o punk compartilhasse o palco com Beyoncé e Justin Timberlake. A variedade dos estilos é uma das suas marcas, pois o “maior festival do mundo” não entende de gêneros, mas sim de música.
A capital portuguesa festeja a maturidade do festival. O Rock in Rio já passou dos trinta, mas sente-se mais jovem que nunca. Em maio voltará a ocupar o Parque da Bela Vista, a casa da Cidade do Rock em Lisboa. Cinco dias, mais de 100 apresentações e mais de 50 artistas que farão vibrar os fãs durante 12 horas de festa por dia.
O Boss já atuou no Rock in Rio do Rio de Janeiro em 2013.
Brian Patterson Photos / Shutterstock.com

Rock in Rio…Tejo

A decisão de manter o nome original nas edições de outros países foi controversa, mas Lisboa demonstrou ser uma digna herdeira do seu irmão brasileiro. As margens do Tejo substituem a praia de Copacabana e, em vez do Bondinho do Pão de Açúcar, tem um elétrico que sobe até o Bairro Alto.

Bruce Springsteen voltará a pisar o palco lisboeta, desta vez como atração principal. Em 2014 fê-lo de forma inesperada: era o convidado surpresa dos Rolling Stones no seu 50.º aniversário. Cantaram Tumbling Dice em dueto. Em 19 de maio o Boss atuará no Palco Mundo com a The E Street Band. Para ver se as Satânicas Majestades retribuem o favor, será necessário comprar o bilhete. Outra das apresentações mais esperadas é o de Queen+Adam Lambert. A banda original atuou no primeiro Rock in Rio em 1985, mas ainda é recordado como uma das apresentações mais especiais da sua carreira. Nessa edição 250 000 pessoas cantaram em coro a canção Love of my life e conseguiram emocionar Freddie Mercury. Para Roberto Medina, fundador do festival e mago do rock, foi um dos momentos mais inesquecíveis da história do festival e da música. Dispostos a continuar fazendo história, Queen+Adam Lambert will rock you na noite de 20 de maio no cenário principal.
Mas o Rock in Rio não vive apenas de recordações. As novas estrelas da música vêm com força, embora algumas nem sequer tivessem nascido quando o festival foi lançado. Ariana Grande é um dos nomes fortes do dia 29. A cantora de 22 anos agitará o público no mesmo palco que Avicii. Será um dos últimos shows do DJ sueco, considerado um dos melhores do mundo, que anunciou que se retirará da música com apenas 26 anos quando terminar a turnê.
Será a primeira vez que a Ariana Grande se apresenta em Portugal.
Foto: FashionStock.com / Shutterstock.com

O futuro do Woodstock brasileiro

Rio de Janeiro, 1985. O festival atrai 1,28 milhões de pessoas. Três décadas e 17 edições depois, o sonho do seu fundador é torná-lo “um evento global, como os Jogos Olímpicos”. Está no caminho certo: já viajou até Madrid, Lisboa e Las Vegas.

Quem não pertencer a esta nova geração, não têm com que se preocupar: no Rock in Rio há música para todos os gostos. Hollywood Vampires, o grupo de Johnny Depp, Alice Cooper e Joe Perry (guitarrista dos Aerosmith), ressuscitarão os clássicos do rock como fizeram no Rio de Janeiro em 2015. O pop será servido por Maroon 5, Fergie e Mika. Mas há mais: a sétima edição do festival em Lisboa terá um palco dedicado a artistas emergentes onde tocarão Black Lips e Hinds, entre outros. Haverá outro dedicado à música brasileira e um set para os amantes do EDM que, além da pista de dança, terá uma piscina para transformar o festival numa verdadeira pool party.
A Cidade do Rock terá cinco palcos, muitas lojas, até restaurantes e atrações como uma tirolesa e uma roda gigante.

Artigos relacionados

“São as pessoas que fazem as cidades.”

Com notas tradicionais e acordes contemporâneos, a fadista Raquel Tavares e o músico e compositor Rodrigo Leão trabalham na partitura...

Hotéis apaixonados por Cristiano Ronaldo

Querer ser John Malkovich, como no filme de Charlie Kaufman, é coisa do passado. A personalidade do momento é Cristiano...

Histórias de rua

Lisboa brilha espelhada no rio Tejo, em cujas renovadas margens os lisboetas passeiam orgulhosos da cidade em que vivem. O...

Mariachis e jazz em Guadalajara

Es la cuna del tequila y los mariachis, pero Guadalajara ofrece mucho más que folclore. La capital de Jalisco alterna...