>>>Catedral do vinho

Catedral do vinho

Parece que as paredes da adega Solar de Samaniego, em Laguardia (Álava, Espanha), estão prestes a falar. As colunas de seus antigos porões de cimento, com mais de dez metros de altura, ganharam nova vida graças ao muralista Guido van Helten. Nelas, o artista australiano retratou sete personagens da região, ilustrando assim os processos de criação da literatura e do vinho.

O rosto de Rafael Bauza, funcionário da adega há 40 anos, é o primeiro com o qual o visitante se depara. Aproveitando a textura e as irregularidades do concreto para definir seus traços, Van Helten conseguiu dar vida a um lugar até agora abandonado. Seu objetivo é “combinar o retrato e os elementos humanos com espaços industriais para atraiar a atenção das pessoas”. “Quero que as figuras se ergam como estátuas em uma catedral, que acredito que seja um espaço bonito onde entrar e observar”, revela. O projeto foi batizado como “Catedral do Vinho” e faz parte do amplo programa enocultural desta adega de Álava chamado “Beber entre Linhas”, um convite a degustar uma taça de vinho enquanto se lê um bom livro.

Artigos relacionados

Ode ao bar espanhol

Com 260 mil estabelecimentos, a Espanha é o país com maior densidade de bares do mundo. Dos clássicos aos mais...

Pátios de Córdoba, a beleza do efêmero

Quando chega o mês de maio, Córdoba (Espanha) se veste de gala e leva suas flores para a rua. Paredes...

Formentera: o éden que abre o ano inteiro

“Bem-vindo ao paraíso”, diz o slogan de Ses Illetes. E se exibe porque pode. A praia mais famosa de Formentera...

Serra de Tramuntana, inspiração nas alturas

Parece pecado falar de Mallorca sem mencionar suas praias. Mas não é. A maior das Ilhas Baleares também oferece alternativas...

Compras “made in Baleares”

Não partiremos apenas com paisagens na retina. Das Ilhas Baleares, levaremos também sandálias, cerâmicas e lembranças de um recanto cujo...