>>>Um ano de aventuras no País de Gales
Foto: ©VisitBritain / Joe Cornish

Um ano de aventuras no País de Gales

Com colinas e escarpas agrestes e quinze cumes com quase mil metros de altura, a região britânica do País de Gales é um paraíso para o trekking e outros esportes.
O País de Gales sempre foi uma terra de lutadores. Ora contra romanos, ora contra vikings, ora contra ingleses. E durante séculos os seus habitantes enfrentaram a dureza da terra para extrair ferro e carvão das minas. Só que agora a luta é contra o declínio da indústria mineira. A arma escolhida para inverter a situação foi a criação de um parque de surf com a maior onda artificial do mundo. Em Dolgarrog, uma pequena localidade ao norte do País de Gales, Surf Snowdonia foi construído no lugar onde a tempos funcionou uma fábrica de fundição de alumínio.
O coasteering combina vários esportes enquanto se percorre a costa.

Não se meta com as montanhas de Gales

No filme O inglês que subiu uma colina e desceu uma montanha, Hugh Grant ganhou a inimizade de um povo ao tentar medir a montanha local. Os galeses são orgulhosos da sua orografia formada na Idade do Gelo. E não estamos falando do filme.

É a nova ousadia do país que inventou o coasteering. Esta variante do trekking consiste em percorrer a costa, mergulhando, escalando, explorando as grutas e fazendo rapel entre as rochas. Para isso, o País de Gales tem paisagens apropriadas, uma vez que a costa do país é bastante escarpada e selvagem. Toda a região é um paraíso para os esportes de aventura devido às suas colinas agrestes e aos quinze cumes com mais de 3000 pés de altura (915 metros). Este tipo de atividade turística emprega mais de 8200 pessoas.
“O turismo de aventura está em pleno auge”, assegura Sean Taylor, gerente do Zip World, a tirolesa mais comprida da Europa e a mais rápida do mundo. Aqui, quatro pessoas podem sobrevoar em simultâneo os campos da localidade mineira de Blaenau Ffestiniog, na região de Gwynedd. Além disso, nas minas subterrâneas de lousa é possível saltar sobre trampolins gigantes e cruzar através de redes e tobogãs as grutas iluminadas por luzes multicoloridas.
A tirolesa mais comprida e mais rápida da Europa encontra-se em Gwynedd.
Foto: Blazing Minds via Foter.com / CC BY-ND
O País de Gales não é um novato no turismo ao ar livre. Os parques naturais do país são, há décadas, ou mesmo séculos, um dos destinos prediletos dos amantes do ciclismo de montanha e caminhada. O Parque Nacional de Snowdonia, no norte do País de Gales, é o mais conhecido. Nele sobressai o pico mais alto do País de Gales, Snowdon, com 1085 metros de altura. Embora se possa chegar ao seu cimo de trem, não fica atrás de qualquer cume dos Alpes.
O monte Snowdown é o mais alto do País de Gales, com mais de 1000 metros de altura.
Foto: ©VisitBritain / Joe Cornish
Neste pico, e noutras 15 montanhas com mais de 900 metros de altitude, descobrem-se muitos lugares adequados para nadar, fazer rafting, rapel e escalada ou simplesmente caminhar entre lagos e cascatas.
Entre Snowdonia e o Parque Brecon Beacons situam-se os Montes Cambrianos, no centro do país do dragão vermelho. Os seus vales são o palco perfeito para se observarem os pássaros, tirar fotografias ou fazer snorkel nos lagos. As atividades que se podem fazer no Brecon Beacons são muitas, desde roteiros de pônei, canoa, bicicleta de montanha, exploração de grutas, pesca, canyoning e voos de parapente. Com um catálogo de atividades tão amplo que não é de se estranhar que o governo galês tenha designado 2016 como o Ano da Aventura. Porém, será preciso mais do que um ano para desfrutar de todas as aventuras que Gales oferece.

Artigos relacionados

Câmera esportiva SJCAM SJ5000 Plus

Quer reviver suas férias? As câmeras de ação tornam esse processo cada vez mais fácil. Este modelo, com sensor Panasonic,...

A onda mais temida do mundo

Percorrer o tubo da onda taitiana Teahupoo é o sonho de qualquer surfista. Sair dela de pé, porém, é outra...

Sobre as serpentes de Kerala

No sul da Índia, a água dos lagos dança ao ritmo dos remos. São as regatas de barcos de Kerala,...

Hotéis apaixonados por Cristiano Ronaldo

Querer ser John Malkovich, como no filme de Charlie Kaufman, é coisa do passado. A personalidade do momento é Cristiano...