>>>Sri Lanka, lágrima da Índia
O rochedo Pidurangala proporciona as melhores vistas da ilha para a Rocha do Leão.

Sri Lanka, lágrima da Índia

O Sri Lanka parece uma lágrima desprendida pela Índia em pleno oceano Índico. Um pequeno país com um grande culto a Buda e ao chá.
U

m dente. Apenas 2,5 centímetros de um canino superior esquerdo que escondem uma grande história. Trata-se de uma das poucas relíquias de Buda ainda existentes no mundo, guardada e protegida em Kandy, no Sri Lanka – uma cidade montanhosa e considerada Patrimônio da Humanidade. Na ilha, acreditava-se que quem o possuísse tinha o direito de governar o território. E por isso mesmo a peça fica dentro do antigo palácio real, conhecido como Sri Dalada Maligawa ou Templo do Dente de Buda.

Este templo budista é o mais sagrado do Sri Lanka e um dos mais famosos do mundo. Visitado por peregrinos descalços com calças compridas e os ombros cobertos, fica em um edifício octogonal de estilo clássico europeu. A construção data das primeiras décadas do século XVIII, época do mandato do rei Vira Narendra.

Templo del Diente de Buda iluminado en Kandy, Sri Lanka
No templo Sri Dalada Maligawa, ocorrem procissões nas quais um elefante transporta uma réplica do dente de Buda.

Tocando o céu do Sri Lanka

Com mais de 2,5 quilômetros de altura, Pidurutalagala ou Monte Pedro é a maior montanha do país. Nuwara Eliya fica em sua base. Sri Pada ou Pico de Adão é outro monte famoso do Sri Lanka em cujo vértice há uma pegada atribuída a Buda, Adão ou Shiva.

O lago artificial de Kandy não atrai tantos turistas como o dente de Buda, mas sua paisagem é mais fotografada. Como uma bússola, este pulmão verde indica os templos e palácios da cidade. Erguido em 1807 por encomenda do rei Sri Vikrama Rajasinha, é o lar de peixes, tartarugas e um réptil semelhante ao dragão-de-komodo – tão inofensivo que habitantes e turistas não hesitam em mergulhar em suas águas.

 

A zona montanhosa de Nuwara Eliya fica a duas horas dali. Também conhecida como “pequena Inglaterra”, pelas casas de estilo inglês construídas no local por colonos britânicos, abriga a produção do melhor chá do planeta. A principal variedade dessa bebida, o Ceilão, leva o nome que os britânicos deram à ilha.

Mujeres recogiendo té en Nuwara Eliya
O chá chegou ao país em 1867, no período da colonização inglesa. Hoje, é seu principal motor econômico.
Foto: melis / Shutterstock.com

O Sri Lanka é o maior produtor de chá do mundo, com plantações a mais de dois quilômetros de altura. Nelas, mulheres usam varas para escolher folhas sobressalentes e depositá-las em um saco que carregam sobre os ombros. É a primeira parte de um processo que continua nas fábricas da região. A Mackwoods é a mais conhecida de Nuwara Eliya: rodeada por plantações, permite observar desde a secagem até o empacotamento. A visita termina com uma degustação do “ouro líquido” que elabora.

Turistas en el Pico de Adán
É recomendável subir o Pico de Adão de madrugada para contemplar a beleza do sol nascente.

No entanto, o chá não é seu único tesouro, já que o Sri Lanka inclui oito lugares declarados Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Um deles é a Rocha do Leão, na pacífica aldeia de Sigiriya. Trata-se de um rochedo de mais de 200 metros de altura com as garras do felino talhadas na zona onde começa a escadaria que leva ao cume. O Templo Dourado de Dambulla, mosteiro rupestre do século I a.C., também está nessa lista. Após subir 100 metros de escadas, trajeto com alta probabilidade de ser feito na companhia de macacos, grutas com mais de 150 estátuas de Buda recebem os visitantes. Respira-se quietude. É o lugar perfeito para esquecer tudo e pôr em prática uma das máximas budistas: “Alegre-se porque todo lugar é aqui e todo momento é agora”.

Artigos relacionados

Abençoado pela natureza

Conheça os templos budistas, as praias de sonho e as cidades coloniais que se escondem na natureza exuberante da “ilha...

“O chá do Ceilão tem sido a seiva do Sri Lanka”

Para encontrar um guia do Sri Lanka procuramos nas suas famosas plantações de chá de Ceilão. Malik Fernando é um...

Psicanálise natural nos Alpes austríacos

A ciência acaba de demonstrar que o contato com a natureza combate a depressão, mas há anos que os austríacos...

Fiorde de Geiranger: paredões, cachoeiras e estradas que valem a viagem

Com uma vista deslumbrante para os fiordes, serpenteia entre montanhas e cachoeiras, uma estrada de asfalto. São 106 quilômetros de...