Off the record-10-10

Museus e taxistas

O misterioso caso do tripé desaparecido

“Aviso da chegada de uma onda de frio polar”. Uma mensagem do Whatsapp de Carlos Luján, o fotógrafo da equipe, relembra-nos que tínhamos de incluir roupa de inverno na nossa mala, embora nesse momento estivéssemos com 20 graus. “Eu levarei o meu casaco para a neve”, assegurou o realizador Juan Rayos. Mas resistiu a deixar as suas sapatilhas hipster de lona, embora houvesse previsão de neve. E Nevou. A primeira nevada apanhou-nos desprevenidos. Encontrou-nos a sair do restaurante italiano L’Osteria, onde tinhamos ido jantar em homenagem a Paolo Fanale. Haviamos entrevistado o tenor italiano, horas antes, no teatro da ópera, da qual Richard Strauss foi diretor e onde se estrearam obras de Richard Wagner. Depois compartilhamos com ele um suco no bar do último andar do elegante Hotel Bayerischer Hof.

Devido ao frio, Fanale não quis sair para o terraço, apesar de ter uma vista incrível sobre a Catedral. O tenor preferiu o interior, com o calor da lareira, onde vários clientes do hotel, vestidos apenas com o roupão do spa anexo, bebiam champanhe.

Obrigado a esses taxistas muniquenses

Continuava nevando quando saímos do centro cultural Muffatwerk. As ruas dos arredores estavam escuras e desertas. Procurávamos um modo de regressar ao hotel o mais rápido possível quando um táxi apareceu do nada e parou diante de nós. Era o mesmo taxista que nos havia trazido, horas antes, até esta área da cidade.
Não foi esta a única vez que tivemos que agradecer a um taxista. Uma manhã esquecemos o tripé de uma das câmaras na praça Sankt-Jakobs, em frente ao Stadstadtmuseum e ao Museu Judeu. Quando voltamos horas depois, continuava ali. Mas o tripé queria continuar, um pouco mais, sem nós. Voltamos a esquecê-lo nesse mesmo dia. Desta vez num táxi. Muito amavelmente o taxista levou-o até ao Museu Brandhorst onde estávamos filmando.

Obrigado a esses taxistas muniquenses que ouviam música clássica na rádio. Bem merecem uma sopa nos pequenos restaurantes de Viktualienmarkt ou um café e um pretzel de manteiga em qualquer uma das pastelarias Rischart espalhadas pela cidade. Porque Munique dá fome.

making5
making1
making2
making3
separator-related
arrow-related

+ Passageiros + Destinations

2

Malik J. Fernando

Sri Lanka
EceUnerPortada

Ece Üner

Corresponsal en España de la revista Monocle
Estambul
Liam-Aldous-Madrid

Liam Aldous

Correspondente da revista Monocle na Espanha
Madrid
entrevistaweb

Paolo Fanale

Cantor de ópera
Munich
separator-related
arrow-related

Artigos relacionados

  • Esta página web utiliza cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência e os nossos serviços, analisando a navegação com o Google Analytics. Os dados pessoais não são consultados. Ao continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.

    Revista Passenger 6A

    Receba a nossa revista mensal

    Quais os destinos Passenger que gostaria de descobrir no futuro?

    Nós apreciamos as suas sugestões!