Aventura

Só para corajosos

A beleza das grutas da geleira islandesa de Vatnajökull é revelada com uma precisão jamais vista nas imagens do fotógrafo Mikael Buck.
  • 001_DESTACADA_35b
    Situada 400 m abaixo do nível do mar, Mujib é a Reserva Natural com a menor altitude do mundo. Ainda que na sua garganta se vivam aventuras à altura.
  • 001_DESTACADA_Sahara
    Saara, Gobi, Atacama e Antártica: quatro desertos, 1000 km e 28 dias para ir do frio extremo aos 40º. Chegar ao fim é como ganhar um prêmio.
  • 001_DESTACADA_shutterstock_71924536
    Adaptar-se ao frio e ao seu rigor: foi esta a origem dos ice boats, transformados num meio para desfrutar de um dos mais velozes esportes de inverno.
  • Walter en Lago Uureg – MONGOLIA
27 agosto 2015
Noche de luna llena sobre las montañas en los alrededores del lago Uureg.
    O fotógrafo argentino percorre o mundo há mais de dez meses com a Atenea, a sua moto Royal Enfield. Já passou por 23 países e ainda não tem data marcada para voltar.
  • Imagen destacada
    Na entrada está pendurado um cartaz “Proibido tirar fotografias” ou, simplesmente, “Proibida a passagem”, mas para os ouvidos dos fotógrafos ousados esta advertência soa como convite.
  • Foto destacada
    Os esquis agora têm adversárias à altura: as fat bikes. As rodas destas bicicletas alargaram para poderem andar em qualquer terreno, mesmo na alta montanha.
  • Foto destacada. shutterstock_245000143
    O Serviço de Parques Nacionais dos Estados Unidos da América comemora 100 anos. Não há melhor momento para visitar qualquer um dos 58 parques à sua guarda. Mas certamente encontrará um à sua medida.
  • Foto-destacada
    A 30 graus abaixo de zero até o suor congela. A Maratona do Polo Norte, a corrida mais setentrional do mundo, não é fácil para os runners.
  • Imagen-destacada
    O Trilho dos Gobbins, parte da rota costeiro de A Calçada, renasce com novas estruturas, mas mantendo a essência eduardiana.
  • DESTACADA
    Para além do exotismo, o surf descobre um Marrocos novo, mais hippie e entusiasta da parafina. São 3500 quilômetros de costa à caça das famosas e mais compridas ondas direitas.
  • Foto-destacada
    Uma das experiências de mergulho mais radicais é submergir debaixo do gelo. Se aguentar as temperaturas baixíssimas vai poder desfrutar das águas mais límpidas do planeta.
  • Foto-destacada
    O vulcão mais ativo e o maior vulcão do mundo convivem, em aparente harmonia, no Parque Nacional dos Vulcões do Havaí.
  • foto-6
    Com colinas e escarpas agrestes e quinze cumes com quase mil metros de altura, a região britânica do País de Gales é um paraíso para o trekking e outros esportes.
  • Portada
    Victoria e Leonardo são um casal comum. Gostam de tirar fotografias nos lugares que visitam, mas sobretudo quando estão à beira de um precipício.
  • FOTO-4
    A depressão de Danakil, no Chifre da África, é um dos pontos mais quentes do planeta. O local tem apenas 60 mil habitantes, mas são muito menos os que se atrevem a visitá-lo.
  • Foto-destacada
    O DNA é o responsável pela cor dos nossos olhos. Mas será que um único gene define o modo como vemos o mundo?
  • Imagen-destacada
    O nome Groelândia significa ‘terra verde’. Mas se fizermos um cruzeiro pelo Mar Ártico vamos descobrir que a cor predominante naquela região é o branco.
  • Imagen-destacada
    Three Capes Track abriu ao público com a promessa de “despertar os sentidos”. A rota de trekking mais esperada pelos bushwalkers está à beira de um precipício, na remota costa australiana.
  • Foto-destacada
    No Vietnã, a remota aldeia de Son Trach ‘esconde’ a gruta Son Doong, a grande atração do Parque Nacional Phong Nha-Kẻ Bàng.
  • Imagen-destacada
    Tradicionalmente, o leão sempre ostentou o título de rei da selva, mas na Índia as coisas são bem diferentes: aqui reinam os tigres de Bengala.
  • Imagen-destacada
    Três horas o separam do melhor panorama sobre a capital do Carnaval brasileiro: o tempo que levará para subir à Pedra da Gávea.
  • Imagen-destacada
    Prepare a máquina fotográfica e o espirito aventureiro para clicar, das mais diversas formas possíveis, o maior deserto de sal do mundo: o Salar de Uyuni.
  • Imagen-destacada
    Com uma vista deslumbrante para os fiordes, serpenteia entre montanhas e cachoeiras, uma estrada de asfalto. São 106 quilômetros de curvas fechadas e de incríveis encostas. Aperte o cinto. Vamos à Noruega.
  • Imagen-destacada
    Nas cataratas do Iguaçu, só se consegui ouvi o estrondoso som das 275 colossais quedas de água que a compõe. Caindo a 80 metros de altura, são elas que dão ritmo a este lugar.
  • Imagen-destacada
    Dos dois tipos de pessoas que há no mundo: existem os que gostam de contemplar uma montanha e as que preferem subi-la. Em Porto Rico, os que gostam de subi-las farão ótimas escaladas e os que não gostam, encontrarão um boa oportunidade para começar.
  • Destacada-Camellos-en-las-dunas
    Pode ir as vezes que quiser, mas nada será igual, porque as dunas deste oásis alteram-se todos os dias com o vento. Um bom motivo para voltar!
  • Trekking-en-la-Cordillera-Huayhuash
    Lagos, picos nevados e, o melhor, os habitantes locais serão os seus companheiros ao longo deste roteiro de 120 quilômetros pela Cordilheira Huayhuash.
  • Safari-en-Ngorongoro
    Visto de cima parece a marca de um enorme meteorito que atingiu a terra. Contudo, em vez de destruir o lugar deixou uma explosão de vida.
  • Ashboarding
    Conheça o novo esporte radical que usa prancha, mas que é praticado sem ondas e longe do mar.
  • El-nuevo-Caminito-del-Rey-se-inauguro-en-marzo-de-2015
    Construído nas rochas do Desfiladeiro dos Gaitanes e, posteriormente, abandonado, o Caminito del Rey acabou tornando-se uma lenda.
  • Devil's-Pool
    As Cataratas Victoria são um autêntico espetáculo por si só, mas os viajantes mais ousados não têm de se conformar com fotografias captadas de longe: podem mergulhar na Piscina do Diabo.
  • Longimanus-opt
    O paraíso dos mergulhadores está a dois mil metros de profundidade, nas águas do oceano Índico. Que não o engane o nome: as suas águas são cristalinas.
  • Photo: flocu
    “Todo aquele que ultrapasse este ponto transforma-se num ser imortal”. Esta é a inscrição que o espera, se conseguir chegar ao cume do Monte Hua. Será assim tão difícil?
  • Esta página web utiliza cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência e os nossos serviços, analisando a navegação com o Google Analytics. Os dados pessoais não são consultados. Ao continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.

    Revista Passenger 6A

    Receba a nossa revista mensal

    Quais os destinos Passenger que gostaria de descobrir no futuro?

    Nós apreciamos as suas sugestões!