>>>Antigua e Barbuda... e casada

Antigua e Barbuda… e casada

Que segredo esconde este país para ter o maior número de casamentos do mundo? Descubra o poder de sedução deste “ninho de amor” no meio do Caribe.
Antigua e Barbuda foi, durante anos, o refúgio de inverno da Lady Di. A princesa de Gales apaixonou-se pelas praias de areia branca e pelo clima tropical destas ilhas. Mas estas também se apaixonaram pela princesa e, no dia 1 de julho de 2011, dia em que teria completado 50 anos, rebatizaram uma das praias do sul de Barbuda com o seu nome. Nesse dia, Beazer-Williams, presidente do Turismo do Conselho de Barbuda, recordou que o lugar “se converteu num santuário para a princesa e ela parecia encontrar consolo na beleza da ilha”. O romance entre as ilhas e Diana de Gales não surpreende. Este país, nas Pequenas Antilhas, possui todos os ingredientes para atrair o amor às suas costas marítimas. O país ganhou, em 2015, o prêmio World Travel Award’s pelo destino mais romântico do caribe e as estatísticas colocam-no como sendo o país com maior número de casamentos a nível global.
Shirley Heights tem as melhores vistas para English Harbour.

Ilhas gêmeas?

Apesar do apelido, Antigua e Barbuda apenas se assemelham na beleza das suas paisagens. A primeira é maior e mais animada. Mede 280 km² e nela está a capital, Saint John. Barbuda é menor e caracteriza-se pelas praias desérticas.

Para se casar em Antigua e Barbuda não é preciso ter residência no país e o processo é relativamente simples, por isso muitos casais escolhem as suas praias paradisíacas para subir ao altar. A maioria dos resorts de luxo costumam organizar cerimônias à beira mar. E são muitas as opções, porque as pequenas ilhas que compõem o país contabilizam um total de 365 praias, uma para cada dia do ano.
Todas as praias têm em comum a areia fina e as águas azul-turquesa. Escolha Rendezvous Bay se pretende ter um casamento mais reservado. Para chegar a esta praia mais afastada tem de caminhar durante 90 minutos através de um bosque tropical. O caminho não está sinalizado e é fácil perder-se. Se não quer chegar atrasado ao dia mais feliz da sua vida pode visitá-la previamente, acompanhado por um guia. A paisagem é bucólica e a sensação de intimidade única.
As duas ilhas são perfeitas para todo tipo de atividades aquáticas, como a vela ou o windsurf.
A praia não é o único cenário romântico que as conhecidas “ilhas gêmeas” oferecem. Para os amantes da natureza existe a possibilidade de celebrarem o enlace no parque Wadadli Animal Nature Park, uma reserva onde as plantas indígenas e os animais exóticos tornam-se testemunhas do casamento.
O ator de Taxi Driver é um visitante assíduo das ilhas caribenhas.
Foto: Denis Makarenko / Shutterstock.com
Não menos original é o lugar escolhido por Richard e Dara. Este casal canadense trocou as alianças em Shirley Heights, o mirante mais conhecido de Antigua. O local, no ponto mais sul da ilha, faz parte de um velho complexo militar e vangloria-se de ter vistas panorâmicas excelentes, com o English Harbour como pano de fundo. Ao entardecer, se prestar atenção, pode ver dali o cobiçado, mas esquivo, efeito visual, conhecido como raio verde, que se forma no horizonte durante apenas uns segundos, quando o sol mergulha no mar. Mas não é preciso casar-se nem ter parceiro para desfrutar de Shirley Heights. Aos domingos, o restaurante The Lookout, situado no ponto mais alto do complexo, realiza uma festa com barbecue na qual não falta a música caribenha. Quem sabe, entre os ali presentes esteja a sua cara metade.

Artigos relacionados

O bife de dez mil reais

A qualidade da carne da Polmard não é fruto do acaso. A cuidada alimentação dos animais e o processo de...

A última praia deserta

A ilha paradisíaca de Phi Phi Leh parece o cenário de um filme. Mas é real. É possível pisar em...

Piratas, jacarés e outras histórias

As praias locais revelam lendas de exploradores e tesouros e, uma vez por ano, suas ruas enchem-se de bandeiras negras...

Tenha uma aventura de inverno em Lofoten

Há ilhas que são excelentes para se conhecer no verão, o que não é o caso da Noruega. Aqui é...