>>>A gastronomia brilha na Costa do Sol

A gastronomia brilha na Costa do Sol

As três novas estrelas atribuídas pelo Guia Michelin 2016 a restaurantes da Costa do Sol demonstra a renovação gastronômica do sul da Espanha.
O gaspacho, o pescaíto frito e os espetos de sardinhas são três dos pratos mais solicitados nos bares ao ar livre da Costa do Sol. Saborosos exemplos da dieta mediterrânea. “A cozinha da Costa do Sol baseia-se no produto da terra malaguenha e do seu ambiente. A qualidade desta matéria-prima, unida à elaborações de receitas tradicionais às quais se aplicam técnicas vanguardistas, são a base do seu êxito”, resume o cozinheiro Diego Gallegos. O restaurante deste cozinheiro, Sollo, no Hotel Double Tree Reserva del Higuerón, na Fuengirola, obteve uma das três novas estrelas da edição 2016 do Guia Michelin.
A técnica, o sabor e a criatividade, são a chave dos pratos de Dani García.

Mercados gourmet

Os Mercados Ambrosía no Puerto Banús e La Merced em Málaga são os primeiros mercados gourmet inaugurados em Málaga. A sua oferta gastronômica está pensada para um público exigente e inclui desde pintxos fusão orgânicos, a uma proposta de cozinha brasileira com toques nikkei e cozinha chifa a cargo de Diego Gallegos.

Mas a Costa do Sol é muito mais do que cozinha mediterrânea. Mais de dez milhões de visitantes chegam todos os anos a localidades tão turísticas como Marbella, Torremolinos, Benalmádena ou Fuengirola. A maior parte deles turistas estrangeiros com grande poder de compra. Estes visitantes, juntamente com o grande número de residentes estrangeiros, dinamizaram a cozinha local.
A oferta é cada vez mais cosmopolita. E não é só por causa dos estabelecimentos de cozinhas de outros países. Chefes de diferentes nacionalidades juntaram às suas raízes os produtos locais e as técnicas da alta cozinha. Neste movimento encontramos desde o argentino Mauricio Ginovanini, no restaurante Messina, em Marbella; ao Diego Gallegos, de origem brasileira. Este cozinheiro, conhecido como ‘o chefe do caviar’, desenvolve um trabalho interessante com esturjões e outros peixes do rio.
O restaurante Kabuki Raw está situado no Hotel Finca Cortesín.
Foto: Pablo Monteagudo via Foter.com / CC BY-NC-SA
Outra das novas estrelas Michelin de 2016 é o restaurante Kabuki Raw, que funde a gastronomia japonesa com os sabores do Mediterrâneo. O chefe de cozinha Luis Olarra cria receitas como o usuzukuri à marinada
O Mercado da Merced reúne mais de 20 postos de degustação.
cigana. Os clientes do hotel Finca Cortesin, onde se situa o Kabuki, também podem desfrutar da cozinha italiana do Don Giovanni. Este restaurante italiano pertence a Andrea Tumbarello, ‘o rei da trufa branca’.
Um dos primeiros responsáveis por esta explosão gastronômica foi o cozinheiro Dani García. O seu restaurante, instalado no hotel Puente Romano de Marbella, é o único da região com duas estrelas Michelin. A técnica, o sabor e a criatividade de García também se podem degustar no informal BiBo, situado no mesmo hotel.
Existe alta cozinha na Costa do Sol fora dos hotéis de luxo? “Claro que sim”, responde Diego Gallegos. “Hoje em dia existem inumeráveis restaurantes fora dos hotéis de prestígio, que apostam na alta gastronomia”. Por exemplo, em Marbella, outros dois membros do clube da estrela Michelin são o O Lago, de Duego do Rio; e Skina, a cargo de Jaume Puigdengolas.
O crítico gastronômico Carlos Maribona acrescenta outras referências que conjugam uma matéria-prima de qualidade a uma técnica simples, mas com o ponto perfeito. No domínio do peixe e dos mariscos, Frutos, em Torremolinos, e Los Morinos José, em Fuengirola. No campo das tabernas tradicionais o crítico recomenda Nuevo Reino e El Ancla, em San Pedro de Alcántara, e La Niña del Peine, em Fuengirola. Para não perder de vista a cozinha mediterrânea tradicional.

Artigos relacionados

O caminho mais perigoso do mundo

Construído nas rochas do Desfiladeiro dos Gaitanes e, posteriormente, abandonado, o Caminito del Rey acabou tornando-se uma lenda.

Apenas para fãs

Não se trata de ser bom em alguma coisa, trata-se de ser o melhor. Estas lojas e restaurantes arriscaram e...

Londres tem uma cor especial

E não é precisamente o cinza. Leve um guarda-chuva (é melhor estar precavido) porque embora o dia ameace com mau...

Ode ao bar espanhol

Com 260 mil estabelecimentos, a Espanha é o país com maior densidade de bares do mundo. Dos clássicos aos mais...